ESAF organiza diversos concursos no país
01/03/2012
0 COMENTÁRIOS

Concurso ESAF

Os concurseiros que estão acostumados a estudar para concurso público, provavelmente já fizeram prova da ESAF (Escola de Administração Fazendária), cuja sede está localizada em Brasília. O órgão é integrante do Ministério da Fazenda e tem tradição na elaboração de concursos para diversos órgãos federais.

As provas da ESAF são elaboradas de forma igual a de outras bancas examinadoras, ou seja, elas constituem questões de múltipla escolha. Quem já fez algum concurso ESAF revela que, apesar de as questões das provas objetivas serem de múltipla escolha (muitos concurseiros acham que provas deste tipo são fáceis), elas são muito bem elaboradas, por isso é recomendável que os candidatos avaliem com atenção as alternativas de respostas apresentadas. Quem tem prática em fazer provas da ESAF revela ainda que às vezes o item “menos errado” é a resposta correta.

Normalmente, as provas da ESAF incluem questões sobre leis. Com bastante frequência, a ESAF também elabora questões de raciocínio lógico, por isso vale a pena ficar atento e estudar orações e conectivos (e, ou, se, somente se), além de dar atenção especial à probabilidade, análise combinatória, regra de três e porcentagem. Vale ressaltar que os concurseiros devem consultar provas anteriores da ESAF para irem se familiarizando com o tipo de questões que são elaboradas pela banca examinadora. Desta forma, será mais fácil entender como a ESAF prepara as provas dos concursos públicos.

Por causa da tradição e da seriedade com que prepara as provas de concursos públicos, a ESAF elabora alguns dos mais difíceis concursos do país, já tendo organizado concursos para as seguintes instituições: Controladoria-Geral da União (CGU), Ministério Público da União (MPU), Banco Central (BACEN), Tribunal de Contas da União (TCU), Ministério da Fazenda, INSS, Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e Tribunal Regional do Trabalho (TRT), entre muitos outros.

Criada em 1973, a história da ESAF começou bem antes, mais precisamente em 1945, quando foram iniciadas as primeiras experiências em cursos de aperfeiçoamento, do Ministério da Fazenda. Seu crescimento ocorreu de forma progressiva, sendo que em 1967 foi criado o Centro de Treinamento do Ministério da Fazenda – Cetremfa, que se transformou na Escola de Administração Fazendária – ESAF, em 8 de novembro de 1973. A partir daí, ela começa a estar sempre presente na seleção e no desenvolvimento de servidores públicos.

A Escola de Administração Fazendária é ainda integrada por dez Centros Regionais de Treinamento - CENTRESAFs com jurisdição em todo o território nacional, localizados em Brasília e nas capitais-sedes de Regiões Fiscais, nos seguintes Estados: Belo Horizonte (MG), Belém (PA) , Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP), e pelos Polos de João Pessoa (PB), Manaus (AM) e Casa dos Contos de Ouro Preto (MG).

A ESAF organiza concursos públicos em todo o território nacional para órgãos que necessitam de profissionais com nível Médio e Superior. Sua função é desenvolver, organizar e executar as atividades de recrutamento e seleção no que se refere à Administração direta e indireta do Serviço Público, nas esferas municipal, estadual ou federal.

As provas da ESAF são elaboradas de forma igual a de outras bancas examinadoras, ou seja, elas constituem questões de múltipla escolha. Quem já fez algum concurso ESAF revela que, apesar de as questões das provas objetivas serem de múltipla escolha (muitos concurseiros acham que provas deste tipo são fáceis), elas são muito bem elaboradas, por isso é recomendável que os candidatos avaliem com atenção as alternativas de respostas apresentadas. Quem tem prática em fazer provas da ESAF revela ainda que às vezes o item “menos errado” é a resposta correta.

Normalmente, as provas da ESAF incluem questões sobre leis. Com bastante frequência, a ESAF também elabora questões de raciocínio lógico, por isso vale a pena ficar atento e estudar orações e conectivos (e, ou, se, somente se), além de dar atenção especial à probabilidade, análise combinatória, regra de três e porcentagem. Vale ressaltar que os concurseirros devem consultar provas anteriores da ESAF para irem se familiarizando com o tipo de questão que é elaborada pela banca examinadora. Desta forma, será mais fácil entender como a ESAF prepara as provas dos concursos públicos.

Por causa da tradição e da seriedade com que prepara as provas de concursos públicos, a ESAF elabora alguns dos mais difíceis concursos do país, já tendo organizado concursos para as seguintes instituições: Controladoria-Geral da União (CGU), Ministério Público da União (MPU), Banco Central (BACEN), Tribunal de Contas da União (TCU), Ministério da Fazenda, INSS, Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e Tribunal Regional do Trabalho (TRT), entre muitos outros.
 

 

CONCURSOS PÚBLICOS ESTADOS

PARCEIROS CONCURSO PÚBLICO BRASIL

Curta no facebook!
Siga nosso twitter!
PARTICIPE!

Queremos sua participação para melhorar o Concurso Público Brasil! Envie sugestões, elogios e críticas para a gente clicando aqui!

Informações de carater publico. Alguns direitos reservados.